Lançamento aborda transporte de poluentes nos solos

Paulo S. Hemsi, autor do novo livro, foca nos processos e mecanismos básicos que regem o transporte de poluentes contaminantes em meios porosos, com o objetivo de prevenir ou reduzir os impactos da contaminação.

A obra traz algo raro em livros deste gênero: exercícios resolvidos, os quais trazem um contexto realista para a teoria, sendo possível obter mais conhecimento sobre o tema.

A proteção da qualidade dos solos e dos recursos hídricos inclui a elaboração de projetos para a disposição adequada de resíduos, rejeitos e efluentes e a investigação, remediação e monitoramento de locais contaminados, o que, por sua vez, implica estudar o transporte de poluentes nos solos e águas subterrâneas, com o objetivo de prevenir ou reduzir os impactos negativos da contaminação nas populações e no meio ambiente.

Neste contexto se insere o lançamento Transporte de poluentes nos solos, de autoria do Professor Associado e chefe do Departamento de Geotecnia no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Paulo Scarano Hemsi, e publicado pela Editora Oficina de Textos.

Capa do livro "Transporte de poluentes nos solos", publicação da Editora Oficina de Textos

Capa do livro “Transporte de poluentes nos solos”, publicação da Editora Oficina de Textos

O livro enfoca o comportamento de substâncias nocivas no ambiente subterrâneo para discutir, de forma sistemática, maneiras de quantificar seu transporte para situações diversas, sendo dividido em duas partes.

A primeira introduz o estudo dos poluentes, seu comportamento no ambiente subterrâneo, os mecanismos de transporte e ensaios usuais, para, na sequência, apresentar a teoria básica do transporte miscível em solos saturados. Enquanto que a segunda parte discute soluções analíticas da literatura para diferentes situações, aplicando-as em exercícios resolvidos.

Conciso e focado, o livro permite abordar o tema por inteiro em um único curso universitário!

Confira a entrevista que o autor da obra concedeu ao Comunitexto!


Comunitexto (CT): Quais são os destaques de Transporte de poluentes nos solos?

Paulo Scarano Hemsi (PSH): O livro visa apresentar aos estudantes ─ especialmente os da área de Geotecnia ─, de forma didática, completa e concisa, a modelagem do transporte, bem como seus conceitos e equações.

Há também foco na quantificação, utilizando soluções analíticas, úteis didaticamente, bem como ferramentas de trabalho para algumas situações práticas, as quais podem ser encontradas por pesquisadores e profissionais.

A obra conta com exercícios resolvidos, nem sempre presentes em obras desse tipo, os quais visam apresentar contextos realistas, na maioria das vezes envolvendo comparação com dados experimentais, de laboratório ou campo, ou então, envolvendo um dimensionamento prático.

Desta forma, a obra “convida” o leitor a programar cada solução analítica no computador, para fazer uso na resolução do exercício. A escrita dos códigos de programação é um recurso rico.

Uma vez preparados, os programas servem ao leitor não apenas da forma prevista no exercício correspondente, podendo ser utilizados para teste de variações em parâmetros, dimensões, dentre outros, a fim de obter ainda mais insight a respeito dos mecanismos de transporte.

CT: Qual foi a motivação para escrever esse livro?

PSH: A motivação para escrever surgiu ao perceber que o material sobre a teoria do transporte que venho utilizando em aulas, poderia ser útil para demais estudantes.

Assim como a ausência de um livro específico sobre esta teoria, e que possa ser abordado plenamente dentro de uma disciplina universitária no Brasil.

CT: Qual é a importância de quantificar o transporte de poluentes no solo?

PSH: Compreender o transporte e o destino de poluentes em solos e águas subterrâneas é relevante para os engenheiros geotécnicos. São frequentes os locais dentro das cidades em que atividades potencialmente poluidoras ocorreram ou ainda ocorrem, como fábricas antigas, postos de combustíveis, certos comércios, áreas que receberam resíduos, e outros.

Nesses casos, é importante quantificar a presença, partição e migração de contaminantes químicos, para proteção dos solos, fontes de água, e da saúde humana. E quando as fontes de contaminação são localizadas, é preciso se perguntar: o problema pode ter atingido as áreas vizinhas? E quanto aos poços de captação? E o córrego local? E, ainda, qual é a dimensão da contaminação no terreno? Qual volume de solo envolvido e quanto pode custar essa remediação?

Em meios urbanos, a presença e propagação de poluição subterrânea gera cada vez mais interferência perigosa com projetos geotécnicos, como escavações de fundações, garagens de edifícios, poços, túneis, etc.

Outra necessidade de quantificar o transporte de poluentes ocorre no dimensionamento das camadas de proteção ambiental, as quais são requeridas nos projetos de novos locais para disposição adequada de resíduos, rejeitos e efluentes, incluindo aterros industriais, aterros sanitários para RSU (resíduos sólidos urbanos), entre outros.

CT: A quem se destina os conhecimentos abordados na obra?

PSH: Destina-se em particular aos estudantes, alunos da graduação e pós-graduação em Engenharia Civil, Ambiental, de Minas, Geologia, e demais. Os conhecimentos são relevantes também aos colegas profissionais da Geotecnia Ambiental.

Saiba mais sobre transporte de poluentes nos solos

A obra do Professor, Transporte de poluentes nos solos, é novidade em publicações do tema, devido aos exercícios de aplicação, trazendo um foco nas possibilidades de modelagem com soluções analíticas ─ que podem ser consideradas didáticas ─, e recomendadas para realização do cálculo em determinadas situações, permitindo que o leitor aprenda mais, além de obter insight a respeito dos mecanismos de transporte dos poluentes no solo e águas subterrâneas.

Confira a degustação da obra clicando aqui!

Acesse o sumário aqui.

Capa do livro "Transporte de poluentes nos solos", publicação da Editora Oficina de Textos

Capa do livro “Transporte de poluentes nos solos”, publicação da Editora Oficina de Textos

Sobre o autor Paulo Scarano Hemsi

Paulo Scarano Hemsi é graduado em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (1995), mestrado pelo Georgia Institute of Technology (2000), mestrado pela Universidade de São Paulo (2001) e Ph.D. pela Colorado State University (2005), em Geotecnia Ambiental.

Atuou junto a empresas de São Paulo com projetos e consultoria, e desde 2009, está no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), onde é atualmente Professor Associado e chefe do Departamento de Geotecnia.

É bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq, e possui experiência em transporte de poluentes, obras de terra, aterros de resíduos e instrumentação.

Enviar comentário