A beleza das cúpulas geodésicas– Biosfera de Montreal e La Geóde de la Villette

Conheça duas das cúpulas geodésicas mais famosas do mundo!

As cúpulas geodésicas são estruturas espaciais fascinantes, idealizadas para grandes espaços em 1947 e patenteadas em 1954. Sua geometria construtiva foi desenvolvida a partir da aplicação matemática dos sólidos platônicos inscritos na esfera, especialmente o icosaedro. Elas são leves, econômicas e fáceis de produzir, transportar e montar, envelopando de forma estável locais com grandes vãos sem a colocação de nenhuma coluna interna.

Biosfera de Montreal

Alguns exemplos magníficos dessa estrutura podem ser vistos ao redor do globo. Uma das maiores geodésicas construídas é a Biosfera de Montreal, no Canadá, projetada pelo cientista americano Richard Buckminster Fuller (1895-1983) e seu parceiro Shoji Sadao (1927-2019) e inaugurada na Exposição Universal de 1967.

Foto da Biosfera de Montreal, grande estrutura redonda, com neve ao seu redor. É uma das maiores cúpulas geodésicas do mundo.

Biosfera de Montreal, no Canadá (Fonte: Wikimedia Commons)

Localizada em um parque em meio a um rio, essa belíssima estrutura hoje abriga um museu dedicado ao meio ambiente, mudanças climáticas e biodiversidade, sendo um marco da arquitetura sustentável. Apresenta vários jardins lindos, uma coleção de plantas raras e, ainda, uma exposição de contribuições históricas norte-americanas.

La Géode

Outro maravilhoso domo geodésico é La Géode de La Villette, em Paris, França. A estrutura foi projetada pelo arquiteto Adrien Fainsilber (1932-2023) e pelo engenheiro Gérard Chamayou (1929-2019), e foi inaugurada em 1985. Por causa da facilidade e economia da técnica utilizada, a estrutura demorou apenas dois anos para ser construída.

Foto de La Géode, uma das maiores cúpulas geodésicas do mundo, e sua superfície espelhada. Ao redor, um parque na França.

La Géode, localizada no Parc de la Villette, na França

Foto histórica da construção de La Géode, com andaimes.

La Géode demorou apenas dois anos para ser construída (Foto: Reprodução/TPE Géode)

Hoje essa estrutura abriga um grande cinema que acompanha o formato redondo da estrutura, elogiado por ser super imersivo, um dos mais espetaculares cinemas de Paris, com filmes sobre natureza, espaço e outros temas apropriados. Certamente é uma experiência única para aqueles que estão visitando Paris.

Saiba mais sobre a construção das cúpulas geodésicas

Estruturas metálicas reticuladas espaciais é o primeiro livro brasileiro abrangente sobre a temática, escrito por um dos maiores especialistas no assunto: Paulo Andre B. Barroso.

A obra explica as definições técnicas conceituais dos elementos construtivos de uma treliça espacial, apresenta detalhes das peças e apoios, discute aplicações e vantagens, materiais para estruturas e coberturas, e aborda seu dimensionamento, montagem, detalhes construtivos, tratamento e pintura. É ricamente ilustrado por fotos de estruturas reais, muitas delas projetadas pelo autor.

Confira a degustação da obra clicando aqui.

Capa do livro "Estruturas metálicas reticuladas espaciais", lançado em 2023 pela Editora Oficina de Textos

Capa do livro “Estruturas metálicas reticuladas espaciais”, lançado em 2023 pela Editora Oficina de Textos

O autor Paulo Andre B. Barroso é grande especialista da Engenharia Estrutural, tendo trabalhado mais de 45 anos na área, com a oportunidade de projetar e acompanhar inúmeros projetos de estruturas metálicas.